5ª sessão do Curso livre sobre História - Património - Turismo

Turistas na cidade e cidade dos turistas
 
Na transição do século XX para o século XXI, dois grandes movimentos se conjugaram para a explosão do turismo urbano além de Londres, Paris, Roma e Veneza e poucas mais cidades.
Por um lado, o turismo, essencialmente concentrado na associação sol e praia, passou a fazer-me mais vezes ao longo do ano e em estadas mais curtas. Por outro lado, as cidades, desindustrializadas e suburbanizadas, viram no turismo uma alternativa para criar emprego e vitalidade no tecido antigo, potenciando a atratividade dos seus centros.

 Vai-se falar das consequências desta mudança - uma revolução! -, nas cidades de Porto e Gaia, e das posições que se tomaram ou podem tomar face à mudança, onde os voos de baixo custo e as novas procuras mundiais (da Europa de Leste, do Brasil e da China) são essenciais.
Em tempo de reflexão - a que a pandemia obriga todos - propõe-se a necessidade de uma posição política, com planeamento e ação, a favor do turismo, mas contrária a uma cidade dominada pelos turistas.