Carrinho de Compras

O carrinho ainda está vazio

Capítulo queirosiano

Ontem, 24 de Novembro, véspera de aniversário de Eça de Queirós, realizou-se no Solar Condes de Resende o 10.º Capítulo anual da Confraria Queirosiana, comemorativo do decénio da associação.

A sessão foi presidida por César de Oliveira presidente da mesa de assembleia geral, ladeado pela Dr.ª Amélia Traça, vereadora da Câmara de Gaia em representação do presidente Dr. Luís Filipe Meneses, pelo Prof. Doutor José Manuel Tedim, presidente da direcção, pelo Eng.º Leite da Silva, em representação da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas e por Gonçalves Guimarães, mesário-mor da Confraria.

Ler mais...

Curso livre - Esplendor da Arqueologia: ciência, cultura, turismo

A partir de 27 de Outubro, duas tardes de sábado por mês, entre as 15 e as 17 horas, num total de 12 sessões, vai decorrer no Solar Condes de Resende um curso livre com o título em epígrafe, destinado a todos os géneros de público, mas em especial aos estudantes e profissionais de Arqueologia, Património, Turismo, Ensino e dirigentes e ativistas de instituições culturais e recreativas.

 
Os temas a abordar irão desde o Grand Tour e as grandes descobertas arqueológicas dos séculos XVIII e XIX, passando pelo Egito e pela Europa celta, até às estações arqueológicas emblemáticas do Entre Douro e Minho e Vale do Douro, como a Citania de Sanfins, Tongóbriga, Crestuma, Ervamoira, Castelo de Gaia e muitas outras, até à arqueologia de sítios contemporâneos.

 

Ler mais...

Os caminhos da História recente

Nos meses de Verão, num dos poucos diários portugueses que ainda subsistem, fomos lendo uma polémica entre os historiadores Rui Ramos e Manuel Loff a propósito dos capítulos sobre o Estado Novo publicados pelo primeiro na sua História de Portugal, polémica essa a que se juntaram alguns outros historiadores, juristas, sociólogos e não sei mais quem. Tem sido uma bela polémica, com alguns exageros à mistura que não interessam para o caso.

Ler mais...

Arqueologia - Estrutura portuária em Crestuma

No passado dia 22 de Setembro concluiu-se a 3.a campanha de escavações arqueológicas no Castelo de Crestuma que ali têm vindo a ser realizadas pelo Gabinete de História, Arqueologia e Património (GHAP) da Confraria Queirosiana, patrocinadas pela empresa Águas e Parque Biológico de Gaia EEM.

 

Depois dos períodos de intervenção em Julho e Agosto, na vertente leste, no topo do castelo e na praia de Favaios, os trabalhos deste dia tiveram como objetivo encontrar as estruturas portuárias romanas que se suspeitava existirem neste último lugar, dedução essa apoiada na exumação de importante espólio vindo de portos distantes, de cantarias de bom porte por ali dispersas e, mais recentemente, pelas indicações do levantamento geofísico ali realizado por georadar, que indiciou a existência de estruturas enterradas na areia, e também a compreensão do sítio que o estudo do complexo arqueológico de Crestuma tem vindo a proporcionar.

Ler mais...

Em busca dos vestígios da Ibéria

O arqueólogo esloveno Mitja Guštin, natural de Pirán na costa adriática,quando era criança descobriu a Península Ibérica na biblioteca de seu pai e no Verão de 1970, ainda como estudante, participou numa viagem de fim de curso que o trouxe até aos confins da Europa ocidental. No outono de 1996 voltou já como professor e arqueólogo, não só para observar as diferenças operadas entretanto pela democratização de Portugal e de Espanha, mas também em consequência «da nostalgia daquela estupenda experiencia anterior». E também “Em busca dos vestígios da Ibéria” para os comparar com os da sua região natal, bem perto do centro de onde irradiou a celtização da Europa.

 

Ao passar por Portugal, o Gabinete de História e Arqueologia de Vila Nova de Gaia organizou então no Solar Condes de Resende uma mesa redonda intitulada “A Idade do Ferro na Europa”, onde participou conjuntamente com Armando Coelho Ferreira da Silva e António Manuel Silva.

Ler mais...

Loja Online

10,00 € cada
60,00 € cada
17,50 € cada
3,00 € cada
10,00 € cada